A bad não perdoa ninguém. Provavelmente você já teve bads durante a vida. E isso é totalmente normal e humano. O que a gente não pode é deixar isso se arrastar por muito tempo. Então para te ajudar (e me ajudar também) trouxe algumas dicas do que fazer quando a bad vem.

ENTENDA O SEU SENTIMENTO
Acho mega importante você se perceber. Muitas vezes a bad vem e a gente não entende da onde. Por isso, a primeira coisa a fazer é parar e olhar para dentro e conversar com você, se perguntar o que te levou até a bad. É difícil entender isso, ainda mais na sociedade que vivemos, em que somos totalmente desconectados de nós mesmo. Mas faça esse exercício:
Vá até um espelho, olhe bem nos seus olhos e pergunte, como se você fosse uma outra pessoa, o porquê. Todas as respostas estão dentro de você. Você vai se sentir louco, se achar tosco por estar conversando com você mesmo, mas vai por mim, dá certo.
Depois que você descobrir o porquê, veja se você pode fazer algo sobre. Se não puder, aceite e não fique se culpando por não conseguir mudar essa coisa.
DEIXE IR
Uma das piores coisas que podemos fazer é tentar abafar nossos sentimentos. Por isso, expresse e jogue para fora o que está sentindo. Muitos conseguem fazer isso escrevendo, outros desenhando, outros fazendo alguma atividade física. Encontre o que te esvazie e faça. (menos coisas que prejudique o outro, obviamente!).
Outra coisa nesse tópico é não se identificar com a bad. Pode parecer loucura, mas adoramos nos alimentar da dor ou sofrimento. Se observe e verá. No fundo, quando estamos falando para os outros o quanto nossa vida é ruim, temos um certo orgulho disso. A gente não fica competindo com o outro pra ver quem tá na pior? (“meu carro quebrou” “e eu que fui no médico e preciso operar” “e minha cachorra que morreu” e fica nisso até alguém ser mais coitado e ganhar). Por isso, NÃO ALIMENTE A BAD, não pegue ela no colo e faça carinho. Você não é vitima da bad ou da vida e ela não é a sua amiga. Ela não pertence a você. Deixe ela ir.
FAÇA O QUE MAIS AMA
Depois que já viu o porquê, se expressou e deixou ir os sentimentos, faça coisas que eleve sua energia. Eu adoro ler e jogar The Sims. Algumas pessoas gostam de correr ou encontrar com os amigos. Outras de dançar ou se maquiar. Veja o que mais gosta e faça.
Se estiver tão na bad que não tem vontade de fazer nada, escolha um bom filme de comédia e assista ou ouça músicas alegres (ver fotos de cachorros e gatos fofos na internet sempre me ajuda, rs). Você vai ver como isso pode te animar.
Antes de terminar quero falar mais algumas coisas que podem te ajudar nessas situações:
– Se perdoe. Você fez o que conseguia fazer, com a consciência que tinha e o que podia fazer. Não se apegue aos seus erros do passado. Você não pode mudar o que já foi e tá tudo bem.
– O que as pessoas fazem de ruim para você é problema delas. Só te diz respeito como você lida com isso. Você não vai conseguir mudar as pessoas ou ter controle do que elas pensam e fazem. Aceite isso. A única pessoa que você tem controle é, adivinha…você!
– Assim como o passado não é possível mudar. O futuro também não. O único momento que importa é o presente. Nele que você pode mudar o que precisa e construir algo melhor. Lembre-se: Quando ele virar passado, você não vai mais poder fazer nada. Então aproveite o agora.
– E para terminar: Tudo está como deveria estar. E isso é maravilhoso. Seja grato por todas as coisas que já tem, se for difícil, faça uma lista das coisas que tem e agradeça.
Espero que tenham gostado! Tem mais dicas para sair da bad? Coloque nos comentários 😉
Beijinhos ;*